Quarta, 19 de Janeiro de 2022
30°

Poucas nuvens

Cabedelo - PB

Internacional COVID-19

Homem teve pênis encolhido em 4cm após complicação causada pela Covid-19

O rapaz também afirma que passou a apresentar disfunção erétil

13/01/2022 às 22h49
Por: Redação RepercutePB
Compartilhe:
Homem teve pênis encolhido em 4cm após complicação causada pela Covid-19

Médicos e cientistas ainda estão tentando entender todas as consequências que o vírus SARS-CoV-2 pode causar no ser humano, e agora, mais um problema pode ser adicionado na lista. Um estadunidense relatou que o pênis dele encolheu 1,5 polegadas, cerca de 4 centímetros, após ele ter contraído covid-19 em julho de 2021. Além disso, ele também apresentou disfunção erétil.

O caso foi revelado pelo jornal britânico Daily Maily. A vítima não teve o nome revelado e é descrita apenas como um homem heterossexual na casa dos 30 anos. O paciente diz que o caso trouxe “um profundo impacto na autoconfiança e habilidades na cama”.

Após contrair covid-19 em julho de 2021, o paciente passou a sofrer de disfunção erétil. Ele fez tratamento com um urologista e o quadro foi solucionado, mas o homem notou que o membro dele havia ficado menor. O caso foi confirmado pelos médicos, que informaram que o quadro deve ser permanente, devido aos danos vasculares no tecido erétil do pênis da vítima.

A vítima deu uma entrevista ao podcast How To Do It, onde falou mais sobre o caso. ‘Meu pênis encolheu. Antes de ficar doente, eu era acima da média, não enorme, mas definitivamente maior que o normal. Agora eu perdi cerca de uma polegada e meia e me tornei decididamente menor que a média”, contou.

Já curtiu? Siga o PORTAL REPERCUTEPB no FacebookTwitter e no Instagram

Acompanhe o nosso Grupo NOTÍCIAS DO REPERCUTEPB no  TELEGRAM  ou WHATSAPP

(Veja as regras no grupo)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias