Segunda, 29 de Novembro de 2021
25°

Pancada de chuva

Alhandra - PB

Cultura SEM CARNAVAL

Governo de Pernambuco afasta retomada de comemoração no início de 2022

O fator preocupante é a volta de medidas restritivas em países da Europa com um nome aumento de casos

23/11/2021 às 15h05
Por: Redação RepercutePB Fonte: RepercutePB/Pernambuco em Foco
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

O Governo de Pernambuco tenta viabilizar condições seguras para realizar o Carnaval, mas afastou a possibilidade de a comemoração ser retomada no início de 2022. O secretário de Saúde André Longo disse que ainda é “cedo” para uma definição sobre o assunto.

O índice de imunização completa da população ainda impede a realização da festividade que reúne milhares de pessoas no Estado. Além disso, o período da comemoração coincide com o de maior circulação de doenças respiratórias, o que dá margem para o adiamento.

“Especialmente o Carnaval, que se realiza de forma concomitante, neste ano no final de fevereiro, com o período de sazonalidade das doenças respiratórias. Nós precisamos chegar em fevereiro com as melhores condições sanitárias possíveis. E, para isso, precisamos de mais de 90% da população vacinada com as duas doses e, pelo menos, dois milhões de pernambucanos, os mais vulneráveis, acima dos 55 anos, com a dose de reforço”, afirmou o secretário.

Ele aponta que a pasta, por meio do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, acompanha o cenário da pandemia e discute semanalmente sobre as garantias para anunciar as comemorações.

Outro fator preocupante é a volta de medidas restritivas em países da Europa com um nome aumento de casos. “Nós estamos vendo situações como a de Portugal, que começa a ter aumento de pacientes internados. E Portugal se aproxima dos 90% de cobertura vacinal”, alertou.

Já curtiu? Siga o PORTAL REPERCUTEPB no FacebookTwitter e no Instagram

Acompanhe o nosso Grupo NOTÍCIAS DO REPERCUTEPB no  TELEGRAM  ou WHATSAPP

(Veja as regras no grupo)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias