Segunda, 29 de Novembro de 2021
25°

Pancada de chuva

Alhandra - PB

Internacional INUSITADO

Homem declarado morto é encontrado vivo em necrotério

Srikesh Kumar foi encontrado vivo, porém, em estado crítico após passar mais de 6 horas na câmara fria do necrotério. Família acusa médicos de negligência

22/11/2021 às 12h52
Por: Redação RepercutePB Fonte: RepercutePB/Correio Braziliense
Compartilhe:
Homem declarado morto é encontrado vivo em necrotério

Na Índia, uma situação pra lá de inusitada chamou a atenção da população. Srikesh Kumar, um homem 45 anos, sofreu um acidente de trânsito na noite de quinta-feira (18/11) e foi levado a um hospital local e declarado morto pelos médicos. Seu corpo foi encaminhado ao necrotério para autópsia e mantido no freezer por mais de 6 horas. Entretanto, ao receber visita da família, foi constatado movimentos no corpo da vítima. 

Segundo informações do jornal India Today, a polícia foi ao hospital para apresentar o documento assinado por familiares após identificar o corpo e concordar com a autópsia. Foi então que o familiar percebeu Srikesh dando sinais de vida. O cunhado de Srikesh, Kishori Lal, disse que membros da família o levaram a três hospitais antes de ele ser declarado morto pelo médico em serviço de emergência no hospital distrital.

Após a confusão,  Srikesh está sendo tratado em um centro de saúde no município de  Meerut. Ele apresentou melhora, mas permanece inconsciente.

De acordo com o hospital, o caso está sendo tratado como um dos "mais raros" do local e o superintendente médico-chefe de Moradabad, Dr. Shiv Singh, disse que "não podemos chamá-lo de negligência". Entretanto, quem percebeu que o homem estava respirando foi apenas a família.

Já curtiu? Siga o PORTAL REPERCUTEPB no FacebookTwitter e no Instagram

Acompanhe o nosso Grupo NOTÍCIAS DO REPERCUTEPB no  TELEGRAM  ou WHATSAPP

(Veja as regras no grupo)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias